quinta-feira, 23 de setembro de 2010

CÍRIO... A MAIOR FESTA DO PARAENSE!!!

.

Eis que se aproxima mais uma edição do CÍRIO DE NAZARÉ. A festa bicentenária, orgulho
do povo paraense, chega a ser considerada por muitos, mais importante do que o próprio Natal!
Todo paraense, mesmo que esteja do outro lado do mundo, faz de tudo para dela participar em
pessoa e, se não for possível, certamente estará bem presente em pensamento e fé. Dos mais
longinquos e remotos lugares, acorrem à BELÉM os habitantes do Estado, em suas embarcações
ou em navios e canoas, provocando na baia de Guajará um cromatizado e belo espetáculo!
Já na véspera do grande cortejo, começa o grande espetáculo comemorativo: O Círio Fluvial
pela manhã, no qual a imagem de Nossa Senhora de Nazaré é transportada por um navio da
Marinha de Guerra, acompanhada de centenas de embarcações, de Icoaraci até a "Escadinha",
no cais do porto e, à noite, a chamada "TRANSLADAÇÃO", que consiste em levar a imagem da
Santa até a Catedral, na Cidade Velha, tendo como ponto principal , a homenagem prestada
pelos estivadores e arrumadores do porto de BELÉM, proporcionando o espetáculo pirotécnico
mais deslumbrante e grandioso de que se tem notícia nesta região. Então, na manhã do domingo
(sempre no segundo domingo de outubro), o ponto culminante das comemorações: a grande
procissão que leva a imagem da Santa, até a Basílica de Nossa Senhora de Nazaré. São, segundo
cálculos da Polícia Militar, mais de dois milhões e meio de romeiros, acompanhando a pequena
imagem encontrada pelo caboclo Plácido, com fervor e sacrifício ( principalmente dos que seguram
a corda que proteje a berlinda ), e superlotando as avenidas por onde passam. É, sem dúvida,
o maior aglomerado de pessoas em uma celebração religiosa no mundo, apenas comparável à
peregrinação anual muçulmana à Meca. Essa comparação, porém, só pode ser feita em relação
ao número de fieis, pois o evento de Meca é preceito obrigatório enquanto que o paraense é
espontâneo e prazeroso!... Milhares de pessoas são vistas pagando promessas das mais variadas
e típicas formas. Quanto a mim, embora sem a fé necessária, acompanho meu sobrinho André
e seu pai Jucy, que, devotos que são, agradecem as graças alcançadas durante o ano,
distribuindo água aos outros "promesseiros". Ao término da cerimônia religiosa, a populaçao
retorna aos lares, onde é servido o "almoço do Círio". Pratos típicos da região, jóias da culinária
paraense ( a única autóctone de todo o Brasil ), como o "pato no tucupi" a "maniçoba"
(a verdadeira), o "pirarucu seco no leite da castanha do Pará", a "unha de caranguejo" e
tantas outras iguarias, são servidos, tendo como sobremesa o açaí, o creme de cupuaçu ou
bacuri e tantas outras delícias "privilégio da gleba agressiva e frondosa, que se espelha no lago
adormido e sem ondas..."como diria o grande Rodrigues Pinagé.

Se você quer conhecer um dos maiores espetáculos do mundo, venha à Belém em outubro
e sinta, além de tudo, a calorosa recepção do povo paraense que tem prazer em receber
suas visitas!





Um grande abraço aos meus amigos e visitantes, tudo de bom e até o próximo post.

Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

O PODER DO AMOR.



Quando Karen soube que estava grávida pela segunda vez, tratou de ajudar seu
primeiro filho, Michael, de tres anos de idade, a se preparar para a chegada da
irmãzinha. Os exames haviam mostrado uma menina. Diariamente, nas horas de
carinho com a mãe, Michael costumava cantar alisando aquela barriga como se
estivesse em contato físico com a irmã. Ele já amava aquela menina antes mesmo
do seu nascimento. A gravidez correu normalmente. No tempo certo, vieram as
contrações. Primeiro a cada 5 minutos, depois a cada 3 e então, a cada minuto
uma contração. Ninguem esperava o que aconteceu a seguir: uma complicação
prolongou o trabalho de parto e, com a demora para decidir sobre uma cesariana,
a menina ao nascer, precisou ser levada com urgência ao hospital. Internada na
UTI neonatal do Saint Mary, a gravidade de seu estado era visivel. Os médicos
não davam esperança e recomendaram aos pais que se preparassem para o pior.
Ah! que sofrimento. Há alguns dias preparavam-se, com alegria, para receber a
filha, agora estavam na iminência de preparar seu funeral! Michael, todo dia pedia
para levá-lo ao hospital para conhecer a irmãzinha:


- Quero cantar pra ela. Pedia com insistencia.


A segunda semana começou com a piora da menina. Não se esperava que
chegasse ao próximo sábado. Michael continuava suplicando para que o levassem
para cantar pra sua irmã. Finalmente Karen decidiu levá-lo. Não achava justo que
o menino sequer conhecesse a irmã. Vestiu o menino com uma roupa um pouco
maior e rumou decidida para o hospital. A resistência inicial da enfermeira, foi
vencida quando Karen disse:


- Ele não irá embora até que veja a irmã!!!


Levou Michael à encubadora. Por um momento o menino olhou para aquela
coisinha de nada que perdia a batalha pela vida e logo começou a cantar com
sua voz pequenina:


"Você é meu sol, o meu único sol...Você me deixa falíz mesmo quando o
ceu está escuro..."


Nesse momento, o bebê pareceu reagir. Os aparelhos logo registraram uma
queda na pulsação e Karen encorajou Michael a continuar cantando.


-"Você não sabe, querida, quanto eu a amo...Por favor não leve meu sol embora!".
Enquanto Michael cantava, a respiração difícil da menina, foi se tornando suave.


-Continue, querido! Pediu Karen, emocionada.


-"Outra noite, querida, sonhei que você estava em meus braços..." E o bebê
começou a relaxar.


- Cante mais um pouco! Suplicava a mãe. A enfermeira começou a chorar.


- " Você é meu sol, o meu único sol! Você me deixa felíz mesmo quando o ceu
está escuro...Por favor, não leva o meu sol embora!..." Dia seguinte a irmãzinha
do Michael já tinha se recuperado e, em poucos dias, pode voltar pra casa!


É, o amor é incrivelmente poderoso!!!




Um ótimo final de semana a todos, grande abraço.

Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe










sexta-feira, 10 de setembro de 2010

TRÂNSITO CAÓTICO

.
Está chegando o dia em que não teremos mais condições de trafegar nas
grandes cidades brasileiras! Pontos de estrangulamento já conhecidos,
tornam-se cada dia mais intransitáveis. É angustiante ver motoristas
com compromissos marcados, terem de sair de madrugada, sacrificando
seu pouco tempo de descanso, para poder cumprir com suas palavras.
Fico me perguntando:
.
O QUE ESTARÃO PLANEJANDO
NOSSOS GOVERNANTES,
PARA
RESOLVER ESSE PROBLEMA?!!
.
A resposta, indubitavelmente é:
.
NO MOMENTO, NADA...
.
"Um valor mais alto se alevanta": as eleições. Todos os administradores
estão focados ou em suas próprias reeleições ou na eleição de aliados.
E cada dia que perdemos para encontrar uma solução, são lançados nas
nossas ruas e avenidas ( as mesmas de sempre ), dezenas e até centenas
de novos veículos. Estou, no momento, em visita à minha cidade natal,
BELÉM
. Há, aqui, um ponto crucial de estrangulamento, delimitado pelo
Viaduto do Coqueiro e o Entroncamento. Não importa a hora do dia,
sempre esse trecho está engarrafado em ambos os sentidos. Tenho
notado que os maiores responsáveis, pelo menos nesse perímetro, são os
transportes coletivos, que, sem fiscalização alguma, tomam conta de todas
as faixas de tráfego, além de pararem em fila dupla nos pontos ou fora deles,
colocando em risco a vida dos passageiros que deles descem ou neles sobem.
O que está faltando para colocarem nesses locais uma fiscalização dura, que
multe as empresas, de acordo com o Código Nacional de Trânsito?!!!
Preocupa-me, sobretudo, a iminência de acontecimentos graves no trânsito,
decorrentes da irritação causada aos motoristas presos nesses gargalos.
Basta olhar para o semblante de alguns, para ver que estão totalmente
desiludidos, indignados, sem esperança e desorientados, bastando um nada
para que percam o controle.
.

Conclamo às autoridades a CUMPRIREM SEUS DEVERES para com as
cidades e seus cidadãos, antes que um mal maior aconteça.
.
VAMOS TRABALHAR, PESSOAL!!!
.
Um ótimo final de semana, abraço a todos os meus amigos e eventuais
visitantes. Se possível deixem seus comentários e ou opiniões sobre o
assunto.
.
Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

SABE AQUELA "HÁ MALES QUE VÊM PRA O BEM"???



O concurso havia revelado o brilhantismo daquele sábio. Suas opiniões, durante
um episódio bélico ocorrido com o reino vizinho bem mais poderoso, levaram o
rei à vitória. Mais por suas afirmações sobre o destino do monarca - teria um
reinado longo e felíz - do que pelo mérito na guerra, o sábio era merecedor de
toda a confiança de sua majestade. Um dia sairam juntos para uma caçada
durante a qual uma fera selvagem atacou o rei. Embora morta pelo súdito, antes
a fera decepou um dedo da mão esquerda do rei. Furioso, em vez de agradecido,
o rei interpelou o sábio:
.
- Você afirmou que meu reinado seria longo e felíz!... E agora o que
tem a me dizer. Fiquei sem um dedo!!!
.
- Majestade, - respondeu o servo - as vezes até algo aparentemente
ruim, poderá se revelar imensamente útil, no decorrer da
existência das pessoas...
.
O rei, indignado com tal resposta, mandou prendê-lo no lugar mais escuro da
masmorra.
.
Algum tempo se passou até que o monarca resolvesse voltar à caça. Dessa vez
foi atacado por uma tribo selvagem que o levou para a aldeia. A tribo tinha o
hábito de oferecer sacrifício humano aos seus deuses. Um prisioneiro tão
ricamente trajado, seria o máximo que poderiam oferecer aos espiritos.
Prepararam, cheios de júbilo, o sacrificio. Já tudo pronto, chamaram o sacerdote
para comandar a cerimônia. Ao examinar a vítima, porém, o sacerdote gritou
indignado:
.
- Este homem não pode ser sacrificado! É defeituoso!
Falta-lhe um dedo!
.
E o rei foi liberado.
.
Ao voltar para o palácio, alegre, mandou libertar o sábio e trazê-lo a sua presença.
Ao vê-lo abraçou-o efusivamente, dizendo:
.
- Meu caro amigo, perdoe-me por não ter entendido sua resposta
naquele dia fatídico. Você ja deve ter sabido que, graças à falta do
meu dedo, tive a vida preservada, por isso quero lhe agradecer.
.
E o sábio respondeu:
.
- Quem tem que agradecer sou eu! Vossa Majestade ao mandar me
prender, salvou-me a vida. Caso não estivasse preso, certamente
estaria caçando com Vossa Alteza e, como não tenho nenhum
defeito, certamente teria sido sacrificado pelos selvagens!!!
.
.
Grande abraço aos meus amigos e eventuais visitantes. Tenham todos um bom
final de semana.
.
Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe