sexta-feira, 3 de novembro de 2017

- MIOLO DE PÃO - V -


" O menino de rua quase 
desistiu de pedir de porta em 
porta qualquer coisa para matar 
a fome. Surpreendeu-se, depois 
de várias horas, quando alguém
teve piedade e lhe repassou 
alguns pedaços de pão dormido. 
Pão tão ruim, que só a fome o 
obrigou a colocar alguns pedaços 
na boca, enquanto caminhava.
Ao passar diante da velha igreja 
da Sé, uma leve aragem 
espalhava cheiro do pão pela 
redondeza, dificil odor só 
percebido por poucos. 
O menino caminhava sem 
destino certo, devagar, segurando 
o pão displicentemente, quando 
foi  surpreendido por uma violenta 
bicada que levou parte do pão.
Pulou para trás e procurou verificar 
de onde vinha o ataque. 



O pato, que tinha engolido o que conquistara com valentia, preparava-se para o 
segundo ataque. O menino riu.
- Gosta de pão, danado!
Ao pensar que o bicho talvez estivesse também com fome, jogou um pedaço da
casca. O pato cheirou a oferta e a desprezou. O menino retirou uma parte do
miolo e fez uma pequena bola e jogou para o pato. Ele comeu, com sofreguidão.
- Gosta só de miolo? - perguntou o menino.
Ao ouvir a palavra mágica, Miolo de Pão sacudiu a traseira e grasnou, talvez
lembrando-se de uma menina que costumava alimentá-lo enquanto alisava sua
cabeça e suas asas. Depois de dar  todo o miolo de pão dormido para o animal, 
o menino foi embora 
assobiando, enquanto o pato o olhava agradecidamente, dando mais uma
saraivada de sujeira na calçada de pedras.

O homem bebido, como se 
estivesse morto, nada viu. 
A única coisa que o ligava
ao mundo dos vivos era o 
ressonar alto, o que o levava, 
de espaço a espaço, a
entreabrir a boca, por onde 
passavam finos sopros, em 
forma de roncos.Ao cair da 
tarde, quando já chegavam 
alguns fiéis para a missa, ele 
despertou. Espreguiçou-se, 
olhou para o paneiro, levantou-se 
e disse:
- Vamos embora, imbecil!
Como o efeito da bebida já 
tinha passado, saiu andando 
firme e segurando o pato, sem 
notar que a boca do paneiro já 
estava aberta, por onde o 
pato tinha voltado a entrar, 
depois de comer miolo de pão. "



Continua na próxima postagem...

Bom final de semana aos meus amigos e visitantes. Obrigado pelas visitas.
Abraço,

Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

Nenhum comentário: