sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Mistérios por solucionar: JACK, O ESTRIPADOR.


Por cinco vezes o homem, em meio ao burburinho noturno de Whitechapel, em
Londres, abordou cinco mulheres na rua. Todas apareceram mortas, esfaqueadas,
o que se tornou a marca sangrenta do homem chamado Jack, o Estripador. Muitos
detetives - profissionais e amadores - apresentaram teorias sobre a identidade
desse homem. O mistério porém, nunca foi desvendado. Seus crimes brutais
permanecem desconcertantes, fascinantes e insolúveis, mais de um século depois
de serem perpetrados. O East End da Londres vitoriana era uma ferida fétida no
seio da Inglaterra. Casas sórdidas e miseráveis amontoavam-se de ambos os lados
das ruas onde transitava livremente a escória. Durante a noite, os becos, os pátios
e as esquinas, ostentavam cavernas obscuras por detrás de janelas iluminadas pela
luz de velas. Nos seus interiores acotovelava-se uma população numerosa, lutando
por espaço. Do lado de fora, homens, mulheres e crianças arrastavam pelas ruas
uma existência miserável e quase sempre criminosa. Para muitas mulheres, a
prostituição era a única forma de subsistência. Jack, o Estripador, penetrou nesse
formigueiro humano no ano de 1888, trazendo o medo e o pânico. Tudo começou
com Mary Nicholls. Aos 42 anos, encontrava-se demasiado velha para atrair os
homens. Não conseguia mais ganhar nem o dinheiro cobrado para passar a noite
nos albergues e os poucos cobres que conseguira naquele dia, já havia gasto em
GIM. Quando o homem se aproximou dela na rua estreita de Buck's Row, Mary
anteviu apenas a oportunidade de conseguir o dinheiro suficiente para uma boa
noite de sono. Assim, mesmo quando ele a levou para um lugar escuro, não se
alarmou. Havia pessoas a apenas alguns metros de distância. Quando
percebeu o perigo era demasiado tarde. O estripador agarrou-a por tras e
tapou-lhe a boca com a mão. Em seguida cortou-lhe a garganta. Um carroceiro
encontrou seu corpo mutilado às primeiras horas do dia 31 de agosto de 1888, uma
sexta-feira.
.
O reinado de terror de Jack, o Estripador estava apenas começando!...
.
(continua na próxima postagem).
.
.
.Grande abraço.
.
Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

Nenhum comentário: