sexta-feira, 30 de outubro de 2015

PEDIDO DE ESCLARECIMENTO...

..................................................Clique na foto e veja em tamanho natural.


Estou voltando de mais uma viagem à Amazônia. Dessa vez fui à ORIXIMINÁ, no
oeste do PARÁ, acompanhando minha irmã mais nova que, como eu e os demais
irmãos, nasceu nessa cidadezinha linda e privilegiada, em cujo subsolo se encontra
uma das maiores minas de bauxita do planeta. Minha irmã, CLEISY, saiu de lá com
apenas 8 meses de vida, vindo, com o restante da família, morar em BELÉM. Seu
sonho, ora realizado, era voltar à terra natal para conhecê-la de verdade. Nessa
visita revi alguns contemporâneos que por la ficaram, entre eles o meu querido
amigo de infância ANTONIO SIQUEIRA, apelidado de "BOLA", graças ao seu
fascínio pelo futebol. Fiquei chocado com as sequelas resultantes de um AVC por
ele sofrido, segundo suas explicações, devido ao elevado grau de colesterol LDL
descoberto quando fez exame de sangue. Não é ele o único conhecido que teve tal
acidente. Muitas são as pessoas que, muito pior do que sequelas, morrem vitimadas
por tal flagelo. Como faço sempre que posso, meu retorno à BELÉM se deu viajando
num dos inúmeros navios que cortam os rios amazônicos transportando cargas e
passageiros. É que adoro as paisagens e a conversa com ribeirinhos que contam - por
suas condições econômicas - apenas com essa opção de transporte.
.Durante a viagem me veio ao pensamento a seguinte questão:
.A tecnologia ja permitiu a criação de máquinas prodigiosas como as de hemodiálise.
Ela livra o sangue de elementos nocivos, devolvendo ao sistema circulatório do
paciente o sangue reciclado; já criaram máquinas que reciclam o óleo queimado
tornando-o reutilizável; já criaram tecnologia capaz de transformar o óleo
comestível, usado, em biodiesel.
.Pergunta de um leigo que quer aprender e continuar a acreditar
na humanidade:

.
POR QUE AINDA NÃO INVENTARAM UMA MÁQUINA CAPAZ DE REDUZIR
O MAU COLESTEROL DO SANGUE ??? Será que devo deduzir que são os
fabricantes de DROGAS ( se voce se der ao trabalho de ler a bula certamente não
terá coragem de usá-las ) que não o permitem!? Por favor, ME ORIENTEM!!!
.Pra não dizerem que apenas critico sem contribuir dou, a seguir, algumas dicas:
.- Classificação química: álcool;.
- Está sempre ligado a outras moléculas, entre elas os fosfolípedes;
.- Esse conjunto se associa às lipoproteinas;
.- As lipoproteinas conteem colesterol, triglicerides, proteinas e fosfolípede;
.- As quantidades desses elementos variam, determinando o nome de cada unidade:
...- Mais rica em triglicerides é denominada VLDL;
...- Mais rica em colesterol é LDL;
...- Mais rica em proteina é HDL;
...- HÁ DIFERENÇA DE DENSIDADE, PESO E TAMANHO DESSAS MOLÉCULAS.
.
No meu modo leigo de pensar, é plenamente possível identificar e eliminar as moléculas indesejáveis.
.
ONDE ESTÁ A MÁQUINA CAPAZ DESSA SINGELA FAÇANHA ????????
.
.

Até a próxima, grande abraço.
.Clóvis de GuarajubaONG Ande & Limpe

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

O MUNDO RURAL...

O MUNDO RURAL.
.


.
A maioria dos Bancos possui um departamento chamado "Carteira de Crédito
Agrícola", que tem como principal função fiscalizar a aplicação dos empréstimos
feitos para a agricultura e pecuária. Tal fiscalização é feita por funcionários que
visitam a propriedade rural e elaboram relatórios técnicos da situação encontrada,
quanto ao destino real dos recursos emprestados. Pinçamos alguns trechos desses
relatórios e os transcrevemos abaixo exatamente como foram redigidos:
.
- Visitamos o açude nos fundos da fazenda e depois de longos e demorados estudos,
constatamos que o mesmo está vazio.
.
- Era uma ribanceira tão ribanceada que se estivesse chovendo e eu andasse a
cavalo e o cavalo escorregasse, adeus fiscal!
.
- Na minha opinião acho bom o Banco suspender o negocio do cliente para
não ter aborrecimentos futuros.
.
- O sol castigou o mandiocal. Se não fosse esse gigantesco astro, a safra seria de
acordo com as chuvas que não vieram.
.
- COBRA!!! Comunico que faltei ao expediente do dia 14 em virtude de ter
sido mordido pela peçonhenta epigrafada.
.
- Se não fosse o sol tudo indicava que a chuva aumentasse a safra.
.
- A casa de farinha nunca foi pra frente porque o mutuário que fez o empréstimo
deu pra traz e nunca mais se levantou.
.
- Fui atendido na fazenda pela mulher do mutuário. Pelo que fiquei sabendo,
ninguem quer compra-la mas sim explora-la.
.
- Imóvel de dificil acesso. O mato tomou conta de tudo, deixando passagem
so para animal rasteiro. A próxima vistoria deve ser feita por fiscal baixinho.
.
- A máquina elétrica financiada é toda manual e velha. O fazendeiro financiou
a máquina elétrica, mas fez todo o trabalho braçalmente e animalmente.
.
- O gado está gordo e forte, mas não é o financiado e sim o emprestado so para
fins de vistoria. Enquanto isso o filho do fazendeiro está passando férias na DISNEY.
.
- Trajeto feito a pé porque não havia animal por perto, só o burro do fazendeiro.
Despesas de locomoção grátis.
.
- Mutuário adquiriu aparelhagem para inseminação artificial mas um dos touros
holandeses morreu. Sugerimos o treinamento de uma pessoa para tal função.
.
- A erradicação das plurieuforbiáceas carece das condições pluviométricas ideais.
.
- As garantias permanecem em perfeito estado de abandono. Cliente vive
devidamente bêbedo, devendo aos bares e a Deus e o mundo.
.
- A euforbiácea foi substituida pela musácea sem o consentimento e autorização
do nosso querido Banco.
.
.
Um ótimo final de semana a todos. Abraço,
.
.
Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

CONSIDERAÇÕES SOBRE O INCESTO.

.
.
Fico pensando frenquentemente, nas inimagináveis transgressões que o ser
humano é capaz de cometer. Algumas vezes, custo a acreditar que sejam possiveis
atos perpetrados por alguns seres ditos humanos. O exemplo mais recente e até hoje
não digerido por mim, foi o suposto assassinato da menina de que o próprio pai foi
acusado e condenado lá em São Paulo ( o caso Nardoni ). Há, porém, atitudes que
podem a princípio parecer a nós, considerados "civilizados", verdadeiros absurdos
mas que, se forem estudados criteriosamente, nos levarão a mudar de opinião.
Veja, por exemplo, o caso daquele individuo que foi preso e execrado lá no
Maranhão, por viver maritalmente, no meio do mato, com as filhas e até netas.
Mergulhemos, por um momento, apenas como exercício de imaginação, no universo
desse indivíduo. Logo perceberemos que seus horizontes são necessarimente
limitados ao que os sentidos detetam. Embora sem cultura formal porém, está longe
de ser alguém sem raciocínio. A quem cabe a culpa se, ao tomar determinada atitude,
incorreu em erro legal? Ele vem desde cedo ouvindo estórias da carochinha contadas
por religiosos em geral, especialmente por padres e pastores, que " ensinam ", com muita
 veemência e convicção, a teoria bíblica do criacionismo: Deus teria criado Adão e Eva a
 partir dos quais nasceram todos os seres humanos. Ora, se os dois foram os primeiros,
a primeira geração já foi resultado de incesto se considerarmos que Eva nasceu de Adão
 (ah! que costela). Mas não é dai que surge o exemplo para o matuto imitar, afinal este é
 um raciocínio sofisticado para sua estreita compreensão. É a segunda geração que conta.
Nasceram os filhos e filhas de Adão e Eva ( sendo os mais notórios Caim e Abel, mercê
do fratricídio). E a terceira geração? como surgiu se não resultante do ato sexual  entre
 Adão e filhas, ou entre Eva e filhos, ou ainda entre irmãos e irmãs! Na minha opinião quem
deveria estar preso eram os " pregadores " de tal absurdo e não o pobre e inocente
 tabareu!
.
Um ótimo final de semana a todos, grande abraço, fiquem na paz.
.
Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

GABRIEL, O GALO...




Enquanto viajo, aí vão algumas reprises...

Quando minha primeira mulher se foi (que Deus a tenha em Sua infinita glória), deixou-me,
além da imensa saudade, alguns de seus passatempos preferidos aqui na chácara onde moro.
Mãe, mulher e dona de casa dedicada, tratava com muito carinho os jardins que plantou
com suas próprias mãos, ao longo dos quase  40 anos  em que fomos casados. Tambem
gostava de criar aves, como galinha dangola ( picota, la na minha terra), pato e galinha. Essas
criações, por absoluta falta de jeito, não tive como continuar a implementá-las e, juntamente
com meu caseiro e sua família, fomos comendo seus componentes ao longo de algum tempo.
Ao final, sobrou apenas um pequeno pinto que, por ser tão pequeno, ficou livre e solto no
quintal. Ele crescia quase desapercebido, quando numa bela antemanhã, fui despertado por
um desafinado e esganiçado canto (?), que pretendia ser um "co-co-ro-có ".  Aos poucos, nos
dias que se seguiram, o canto foi se tornando mais estridente e afinado, até que, finalmente, já
se fazia ouvir na vizinhança. Ocorre que, sentindo-se o autêntico "dono do terreiro", cantava a
qualquer hora do dia ou da madrugada, quase sempre vindo fazê-lo bem perto da janela do
meu quarto! Embora com tratamento acústico e, geralmente com o ar condicionado ligado, o
canto invadia estridente minhas madrugadas, interrompendo abrutamente meu sono mais
gostoso. Um dia, resolvi botar um fim a essa "falta de respeito" e mandei o caseiro abater o
galo, que, batizado pela minha atual mulher - SANDRA - com o nome de GABRIEL, deveria
ser, assado de forno, o "pièce de résistance" no almoço do dia seguinte. Notei algo de estranho no olhar do
caseiro, ao receber a determinação. Ainda assim, cumpriu a ordem e, no dia seguinte, depois
de preparado por sua mulher, me foi servido no almoço. Estranhei o fato do GABRIEL vir pra
minha mesa inteiro, pois havia dito que eles poderiam comer a metade. Chamei os dois e, ao
insistir para que levassem parte do galo, disseram que agradeciam muito mas que já haviam
almoçado. Querendo bancar o durão na frente dos dois, cortei um pedaço do GABRIEL, botei
no prato, espetei no garfo... mas não tive coragem de levá-lo à boca!... Naquele momento minha
mente registrou, num relance, cenas de antropofagia vistas alhures, em histórias lidas e vistas em
filmes. Levantei, peguei a bendeja com o galo, andei em silêncio para um local arborizado, mandei
o caseiro (que me seguira em silêncio ao lado da esposa) cavar um buraco na areia e depositei
aqueles despojos. Hoje, pode-se ler na placa de cimento que cobre o túmulo:

"AQUI JAZ O NOSSO QUERIDO GABRIEL."


Excelente final de semana, abraço para todos os amigos e visitantes.

Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe