sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

28 - OS ACIDENTES DE VEÍCULO - III -

.

Além de todos os problemas axistentes na Estrada da Cetrel naquela ocasião - não sei qual
a situação atual, pois não passo por ela há muito tempo - havia inúmeros e grandes buracos
ao longo de toda a sua extensão, o que obrigava os motoristas a dirigir com a máxima atenção
e cuidado mesmo assim, exigindo aqui e ali, uma freada brusca, para não danificar muito a
suspensão do veículo. Na primeira curva fechada, existente logo após o Atêrro Sanitário,
vindo à velocidade reduzida - por volta de 40 km/h - deparei com uma poça de água que,
certamente, ocultava um buraco quem sabe de que dimensões. Instintivamente acionei o pedal
de freio, na intençao de diminuir, ainda mais, a velocidade. Esta minha ação deve ter assustado
o condutor de um caminhão de lixo que vinha imediatamente atrás de mim e que, certamente,
por ser bem mais pesado, não conseguiu diminuir a velocidade a tempo, atingindo a traseira
do meu carro, violentamente. O impacto provocou diversos problemas tanto no carro quanto
em mim mesmo. Com a batida na traseira, minha cabeça fez um brusco e intenso movimento
de vai e vem, ocasionando um tauma na coluna cervical, felizmente absorvido pelo meu
corpo, não deixando sequela alguma após, mais ou menos, uma semana de dor. Saltei do
carro, imediatamente, dirigindo-me ao motorista do caminhão, reclamando, com veemência,
da falta de guarda da distância que ele teria de manter do meu carro, conforme normas de trânsito.
Em seguida, liguei para minha mulher que se encontrava em casa, aqui em Guarajuba,
pedindo a ela que, em vez de ir ela mesma ao meu encontro, entrasse
em contato com nosso vizinho e amigo Joel, dono do Restaurante Prapapá, que se
deslocou, imediatamente até o local onde me encontrava...

Continua na próxima postagem...

Um bom final de semana  a todos e obrigado pelas visitas.

Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

Nenhum comentário: