sexta-feira, 25 de novembro de 2016

27 - OS ACIDENTES DE VEÍCULO - II -

.

Passei algum tempo viajando para a cidade de Juazeiro, designado que fôra para prestar
serviços naquela localiade. Todas as vezes que retornava, trazia no carro - uma Ipanema
prata - muitas frutas, compradas diretamente dos comerciantes locais, grandes produtores
de frutas na região. Dentre as frutas ( mangas, uvas, abacaxis, melões, etc. ), destacavam-se
as melancias, cuja quantidade era sempre maior, devido à preferência da família por esta
fruta. Como nesta fase estávamos, definitivamente, morando em Guarajuba, acostumei
a concluir a viagem de volta, pegando, à altura do viaduto que dá acesso à Candeias, a Via
de Tráfedo, que me levava ao Complexo Petroquíimico de Camaçari - COPEC -,
evitando assim, principalmente, a complicação do trânsito intenso na Rodovia
CIA/AEROPORTO. Embora a distância - medida por mim - seja praticamente a mesma,
l,ivrar-me do tráfego me proporcionava uma grande economia de tempo.
.




Vindo pelo Canal de Tráfego, só ha duas opções de acesso à Estrada do Coco:
a Estrada da Cascalheira e a Estrada da Cetrel., sendo que esta última, é a mais
vantajosa, embora potencialmente perigosa, devido às inúmeras curvas - algumas muito
fechadas - à absoluta falta de acostamento e, principalmente, à falta de duplicação da pista.
Todos os meus problemas começaram logo no início da Estrada da Cetrel, imediatamente
depois de passar em frente ao atêrro sanitário da Prefeitura de Camaçari, localizado à
margem direita de quem vem do COPEC para a Estrada do Coco...
.
Continua na próxima postagem.....

Um ótimo final de semana a todos.
Abraço,

Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

Nenhum comentário: