sexta-feira, 4 de novembro de 2016

24 - ACIDENTE DE MOTO - parte III -

.

Lúcido, embora poli-traumatizado e cheio de escoriações provocadas pelo deslizar
sobre o aslfalto áspero, tomei um taxi e fui até o Pronto Socorro Municipal, localizado
na mesma Travessa 14 de Março que era meu destino, apenas com a diferença de estar
em um local bem distante da casa da minha mãe. Prontamente atendido pelos excelentes
médicos e residentes de plantão, fui submetido a diversas radiografias que demonstraram
a fratura de 3 costelas do lado esquerdo do tórax, sendo que uma delas, com o movimento
que fiz para me levantar, perfurou o pulmão esquerdo, a poucos centímetros do coração!
Só então tive consciência de todo o risco de morrer que corri, ao movimentar-me para
me levantar... Nenhum dano, porém, foi verificado quanto ao marcapasso, que continuava
funcionando normalmente, fato constatado pelo ECG a que tambem fui submetido.
Transferido para um hospital, depois de devidamente imobilizado, foi verificada a presença
de ar na caixa toráxica, proveniente do pulmão perfurado. Este fenômeno, conhecido
como "pneumotórax", juntamente com a imobilização a que fora submetido, por conta
das costelas fraturadas, me mantiveram internado até que o organismo eliminasse o ar e
as fraturas se consolidassem. Ainda desta vez, tive alta sem apresentar sequelas...

Continua na próxima postagem........


Bom final de semana a todos.
Abraço,

Clóvis de Guarajuba
ONG Ande & Limpe

Nenhum comentário: